A Independência de Portugal pelo Tratado de Zamora

2
2957
Tratado de Zamora
Fundação da Nacionalidade (Tratado de Zamora). Painel de azulejos no Jardim 1.º de Dezembro, Portimão, Portugal.

As raízes de Portugal são antigas, e as ideias de um Portugal independente podem ser traçadas até ao século IX e a Vimaro Peres. Mais tarde ao Conde D. Henrique, natural de Borgonha e pai de D. Afonso Henriques.

Dizer quando começou este país é um acto complexo, e a sua fundação tem muitas datas. Mas tendem a ser considerados três datas chave.

As Datas Chave da Independência

A primeira delas é Batalha de São Mamede, a 24 de Junho de 1128, marca o inicio da sublevação armada que D. Afonso Henriques só parou quando garantiu o reconhecimento de Leão e Castela, até aí nossos soberanos, da Independência. Tinha o jovem D. Afonso Henriques dezoito anos de idade.

A última é a data do reconhecimento Papal, através da Bula “Manifestis probatum” do Papa Alexandre III, a 23 de Maio de 1179. Já com um D. Afonso Henriques com a respeitável idade de sessenta e nove anos, e a pensar na sucessão e longe dos campos de batalha.

A data intermédia, e que acaba por reunir a maioria das opiniões como a data da Independência Portuguesa, é a de 5 de Outubro de 1143.

O Tratado de Zamora – 5 de Outubro de 1143

Neste dia um D. Afonso Henriques, com 34 anos de idade e com feitos militares incríveis tanto contra Castela e Leão, como contra Mouros, encontra-se com seu primo D. Afonso VII de Leão e Castela.

As vitórias militares impostas anteriormente, o desejo da nobreza Portuguesa em ser independente, e os inimigos Mouros comuns a Sul muito ajudaram à assinatura deste tratado.

Nele D. Afonso Henriques reconhece D. Afonso VI de Leão e Castela como Imperador de toda a Espanha. Mas garantindo com isso que D. Afonso VI de Leão e Castela o reconheça como Rei de Portugal.

Assim sendo a Independência estava assegurada de facto. E apenas pormenores legais com a Santa Sé adiaram mais trinta e seis anos o reconhecimento europeu.

Mas para todos os efeitos, a partir de dia 5 de Outubro de 1143 D. Afonso Henriques tornou-se o Rei de Portugal, e fundador da Dinastia de Borgonha.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.