Retrato de Dom João VI por Jean-Baptiste Debret
Retrato de Dom João VI por Jean-Baptiste Debret

Muitas vezes vemos referido o Montepio Geral como o mais antigo entre os Bancos Portugueses, fundado em 1840. No entanto erradamente, visto o mais antigo Banco Português ter sido fundado em 1808, o Banco do Brasil.

A Mudança de Capital pelas Invasões Francesas

Para evitar a perda de independência como fruto da queda da capital, a corte Portuguesa, chefiada pelo Principe Regente D. João VI, mudou-se de armas e bagagens para o Brasil.

A antiga colónia logo é promovida definitivamente a Reino dentro do Império Português. E com o governo bem mais presente nos problemas do dia à dia o Brasil começa a crescer.

A necessidade de Financiamento

No entanto, como tantas vezes ao longo da história, falta o capital para os empreendedores investirem nas oportunidades que descobrem.

O Conde de Linhares, Rodrigo de Sousa Coutinho, detecta esse mesmo problema e pensa que a solução seria em algo que ainda nunca havia sido feito em Portugal: Um Banco!

Depois de convencer D. João VI da necessidade, e da oportunidade, nasceria assim o Banco do Brasil, a 12 de Outubro de 1808.

O Alvará da Fundação do Banco do Brasil

Eu o Príncipe, atendendo a não permitirem as atuais circunstâncias do Estado que o meu Real Erário possa realizar os fundos, de que depende a manutenção da monarquia e o bem comum dos meus vassalos, etc; a que os bilhetes dos direitos das alfândegas tendo certos prazos nos seus pagamentos, ainda que sejam de um crédito estabelecido, não são próprios para o pagamento de soldos, ordenados, juros e pensões que constituem os alimentos do corpo político do Estado, os quais devem ser pagos nos seus vencimentos em moeda corrente; a que os obstáculos que a falta de giro dos signos representativos dos valores põem ao comércio, etc. animando e promovendo as transações mercantis dos negociantes desta e das mais praças dos meus domínios e senhorios com as estrangeiras; sou servido ordenar que nesta capital se estabeleça um Banco Público que na forma dos estatutos que baixo, assinados por D. Fernando José de Portugal, do meu Conselho de Estado, ministro assistente ao despacho do gabinete, presidente do Real Erário e secretário de Estado dos negócios do Brasil, etc. Determino que os saques dos fundos do meu Real Erário e as vendas dos gêneros privativos dos contratos e administração da minha Real Fazenda, como são os diamantes, pau-brasil, o marfim e a urzela, se façam pela intervenção do referido Banco Nacional, vencendo sobre o seu líquido produto a comissão de 2% além do prêmio do rebate dos escritos da Alfândega que fui mandado praticar pelo Erário Real. Ordeno que se haja por extinto o cofre de depósito que havia nesta cidade a cargo da Câmara dela; e determino que no referido Banco se faça todo e qualquer depósito judicial ou extrajudicial de prata, ouro, joias e dinheiro.

O Banco do Brasil foi assim fundado.em 1808, ficando na história não apenas como o primeiro Banco Português, como também um dos primeiros a emitir Papel Moeda a nível mundial.

No entanto nem tudo foram rosas, e com as convulsões fruto da independência do Brasil, 15 anos depois acabaram por fazer com que em 1829 fosse ordenada a sua liquidação. Que viria a suceder em 1833.

Renasceria mais tarde, em 1851 foi recriado, e até hoje, mesmo passando por muitas reformas e reestruturações, nunca mais deixou de existir. Sendo ainda hoje o maior Banco Brasileiro e um dos maiores da América Latina.

Uma ideia nascida ainda em solo Português que é hoje uma das bases do sistema Brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.