Folar de Páscoa
Folar de Páscoa - Foto original de @aminhavidadedonadecasa

Todos sabemos que no mundo comercial que vivemos o doce da Páscoa por defeito passou a ser o Ovo de Chocolate mas que não deixa de ser uma tradição recente. O verdadeiro doce da Páscoa Tradicional Português é na realidade o Folar de Páscoa, com o seu aspecto peculiar graças ao ovo cozido colocado no topo e preso na sua massa.

O Folar da Páscoa não é muito doce e até é um pouco seco, mas as especiarias fazem dele um bolo bastante agradável e com um toque claramente tradicional.

A sua origem lendária remonta a uma jovem que com medo de ficar sem marido pediu a Santa Catarina com enorme devoção para lhe arranjar um pretendente.

Minha roquinha esfiada,
Meu fusinho por encher,
Minha sogra enterrada,
Meu marido por nascer.
Minha Santa Catarina,
Com devoção e carinho
Tomai-vos minha madrinha,
Arranjai-me um maridinho.

Tão eficaz foi Santa Catarina que arranjou-lhe não um mas dois pretendentes e ambos lhe pediram a resposta até ao Domingo de Ramos. De novo pediu conselhos à Santa Catarina para ajudar a escolher qual o melhor para seu noivo, um fidalgo e um camponês. A escolha acabou por recair no camponês.

Quanto se aproximava o dia do casamento no entanto uma vizinha avisou a jovem de que o fidalgo iria comparecer no dia do casamento para matar o escolhido. Mais uma vez pediu ajuda a Santa Catarina desesperada, deixou-lhe flores e pediu um sinal do perdão do fidalgo.

No dia do casamento tanto o noivo como a noiva descobriram ao acordar um estranho bolo com um ovo cozido em suas casas, sendo que as flores que a jovem havia deixado no altar estavam junto do bolo. Decidem ambos ir ter com o fidalgo para lhe agradecer, pensando que teria sido ele a deixar o bolo e o perdão.

O fidalgo também acordara com um bolo igual em sua casa, e quando chegaram os noivos tudo acabou resolvi d a bem com o perdão e benção do fidalgo. Este bolo passou a ser conhecido como Folar, e a ser dado pelas Madrinhas aos afilhados na Páscoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.