Efemérides Maio

Nascimento Óbito
Sidónio Pais Sidónio Pais
Militar, Presidente da República Portuguesa
1872 –05 –01 1918 –12 –14 Sidónio Pais, o Presidente Rei como lhe chamou Fernando Pessoa, foi um dos mais importantes políticos Portugueses da Primeira República. Revoltou-se contra o caos do sistema parlamentar e forçou um sistema com eleições universais e um regime presidencialista que chefiou até ao seu assassinato.
D. João II D. João II
Regente, Rei de Portugal
1455 –05 –03 1495 –10 –25 Cognominado o Principe Perfeito foi um dos maiores impulsionadores dos Descobrimentos, Centralismo e organização do país. Desde muito cedo foi considerado um dos melhores governantes da História de Portugal.
D. Afonso III D. Afonso III
Regente, Rei de Portugal
1210 –5 –5 1279 –2 –16 Rei de Portugal, após depor o seu irmão D. Sancho II, deve-se a D. Afonso III, o Bolonhês”, o fim da reconquista Portuguesa, e a consolidação do Reino desde o Minho ao Algarve. Foi também Conde Consorte do poderoso condado de Bolonha em França.
D. Pedro III D. Pedro III
Rei Consorte de Portugal
1717 –07 –05 1786 –05 –25 D. Pedro III foi o filho favorito de D. João V, e veio a chegar ao trono ao casar com a sua sobrinha D. Maria I, filha de D. José I. Sempre esteve mais presente como patrono das artes deixando as tarefas governativas para a esposa.
José Campos de Figueiredo José Campos de Figueiredo
Dramaturgo, Ensaísta, Poeta, Vencedor do Prémio Camões
1899 –05 –06 1965 –11 –28 José Campos de Figueiredo foi um poeta, jornalista, dramaturgo e ensaísta Conimbricense que também assinou sob o pseudónimo de Paulo Prates. A sua notoriedade na primeira metade do século XX levaram mesmo a que conquistasse um prémio Antero de Quental.
D. Afonso IV D. Afonso IV
Rei de Portugal
1291 –2 –08 1357 –5 –28 D. Afonso IV, o Bravo, é mais conhecido por ter sido o autor moral do assassinato de Inês de Castro do que dos feitos do seu reinado. Foi um administrador competente e o primeiro a ordenar a exploração Atlântica, sendo no seu Reinado alcançadas as Ilhas Canárias.
Pedro de Sousa Holstein Pedro de Sousa Holstein
Diplomata, Duque de Palmela, Político, Primeiro Ministro de Portugal
1781 –05 –08 1850 –10 –12 Pedro de Sousa Holstein, 1º Duque de Palmela entre outros títulos, foi um importante político e diplomata português da primeira metade do século XIX. Foi o representante português no Congresso de Viena, um dos eventos mais marcantes do século. Ocupou também a chefia do Governo, com o titulo de presidente do Conselho de Ministros, correspondente ao Primeiro Ministro actualmente.
D. João VI D. João VI
Rei de Portugal
1767 –05 –13 1826 –03 –10 D. João VI esteve 34 anos à frende de Portugal numa altura de Guerra e torbulência, mas apenas 10 como Rei, sendo Regente de sua Mãe D. Maria I nos outros 24. Personalidade ainda hoje muito discutida entre um visionário e estratega ou cobarde.
Sebastião José de Carvalho e Melo Sebastião José de Carvalho e Melo
Conde de Oeiras, Marquês de Pombal, Primeiro Ministro de Portugal
1699 –05 –13 1782 –05 –08 Sebastião José de Carvalho e Melo, Marquês de Pombal e Conde de Oeiras, foi Secretário de Estado de D. José I, algo como Primeiro Ministro de hoje em dia, sendo um dos homens mais importantes da História de Portugal
Humberto Delgado Humberto Delgado
Militar, Político
1906 –05 –15 1965 –02 –13 Humberto Delgado, conhecido como General Sem Medo, foi um militar e politico português que ficará para sempre na história como se tendo opor ao regime de Salazar, primeiro via eleitoral e depois tentando uma revolta armada. Isto depois de ter começado a carreira dentro do regime tendo até sido dos maiores responsáveis pela aeronáutica do Estado Novo. Acabou por ser assassinado pela PIDE em Olivença.
Francisco Fanhais Francisco Fanhais
Músico, Religioso
1941 –05 –17 Francisco Fanhais ficou conhecido como Padre Cantor durante a parte final do regime ditatorial do Estado Novo. As suas canções de intervenção marcaram uma era, sendo grande amigo de José Afonso (Zeca). Algumas delas com letras de poemas de Sophia de Mello Breyner Andersen.
João do Canto e Castro João do Canto e Castro
Militar, Presidente da República Portuguesa
1862 –05 –19 1934 –03 –14 João do Canto e Castro foi um Presidente da República que sucedeu a Sidónio Pais após o seu assassinato. Apesar de ter ocupado esse cargo era um monárquico convicto, mas mesmo assim reprimiu as revoltas monárquicas de Paiva Couceiro ocorridas no seu mandato.
D. Filipe I D. Filipe I
Rei de Portugal
1527 –05 –21 1598 –09 –13 D. Filipe I de Portugal, II de Espanha, tornou-se o homem a comandar o maior império de sempre quando conquistou o trono Português e criando a União Ibérica. O Império onde o sol nunca se põe. Um dos homens mais poderosos da história mundial.
Carlos Mota Pinto Carlos Mota Pinto
Jurista, Político, Primeiro Ministro de Portugal
1936 –07 –25 1985 –05 –07 Carlos Mota Pinto foi um dos políticos mais relevantes no Pós 25 de Abril, tanto no seu PSD, como no bloco central. Foi Primeiro Ministro no V Governo Provisório
D. Manuel I D. Manuel I
Rei de Portugal
1469 –05 –31 1521 –12 –13 D. Manuel I chegou ao trono após D. João II morrer sem filhos legítimos que o sobrevivessem. Mesmo sem ter estado muito envolvido no trabalho para aí chegar foi com ele que se chegou à Índia e se descobriu o Brasil num dos períodos mais gloriosos de Portugal.