Efemérides Janeiro

Nascimento Óbito
D. Sancho II
Rei de Portugal
1209 9 8 1248 1 4 D. Sancho II, com os cognomes de “o Capelo” e “o Piedoso”, Rei de Portugal até à sua morte, mas que na realidade morreu no exílio em Toledo após ter sido afastado pelo futuro D. Afonso III com ajuda do Papa.
D. Pedro I
Rei de Portugal
1320 04 08 1367 01 18 D. Pedro I é talvez mais conhecido pelo seu amor a Inês de Castro do que pelos dez anos em que governou Portugal num período sem guerras e alguma prosperidade, o que o levou a ser amado pelo povo mesmo sendo conhecido como um Justiceiro por vezes Cruel, os seus dois cognomes.
D. Dinis
Poeta, Rei de Portugal
1261 10 09 1325 1 7 Além de ser um dos primeiros poetas, e defensores, da Língua Portuguesa D. Dinis foi um Rei que mostrou uma inteligência e visão para o futuro tanto em termos de Educação como de Planeamento.
Adolfo Correia da Rocha “Miguel Torga”
Escritor, Poeta, Vencedor do Prémio Camões
1907 08 12 1995 01 17 Adolfo Correia da Rocha, mais conhecido pelo pseudónimo Miguel Torga, foi um dos mais importantes Escritores, Contistas e Poetas Portugueses do Século XX. Venceu também um Prémio Camões.
D. Afonso V
Rei de Portugal
1432 01 15 1481 08 28 D. Afonso V foi rei desde os seus seis anos, e sempre ficou marcado pelas Regências e conflitos da sua infância. Cognominado de “O Africano” pelas guerras e conquistas no actual Marrocos.
D. Sebastião I
Rei de Portugal
1554 01 20 1578 08 04 D. Sebastião foi coroado Rei com apenas três anos sucedendo ao seu avô D. João III. A guerra que travou em Marrocos, aos 24 anos e sem deixar descêndencia, foi um fracasso culminando com a perda de indepedencia de Portugal.
Sebastião Jacinto
Poeta, Poeta Popular
1908 01 20 1988 02 27 Sebastião Jacinto um Saloio nascido no inicio do Século XX viveu todas as agruras do seu tempo para quem nascia sem posses. Mas no meio de toda a sua atribulada vida acabou ficando conhecido pela sua poesia tradicional, perspicaz e mordaz, isto mesmo nascendo e falecendo sem saber ler nem escrever.
Cardeal D. Henrique I
Rei de Portugal
1512 01 31 1580 01 31 Cardeal D. Henrique I de Portugal foi um Rei inesperado, sucedendo visto ser o quinto filho varão de D. Manuel I. A morte do seu sobrinho neto D. Sebastião em Alcácer Quibir levou-o ao trono que ocupou até à sua morte.